segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Delícias

Eu e DONO, concordamos em uma coisa, sexo baunilha, decididamente, não nos satisfaz.
ELE, adora dominar, e testar meus limites, eu por fim, gosto de pegada quente, de sentir dor, de ouvir o DONO me chamando de cadela, puta, de tapas na cara, que mais me parecem carícias.
Ficamos um tempo, baunilhamente,  por conta do emprego, festas de fim de ano, visitas dos filhos, neta, e por fim fiquei doente.
Mas minha carne,  clamava pelas mãos, mordidas,  afagos do meu Dono.
Na primeira semana de janeiro, a calma voltou ao nosso lar, e também é meu aniversário...e claro que ganhei um presente, do meu Dono. ..uma noite de prazeres e delícias...
Estavamos na sala, eu de vestido, sem calcinha, adoro ficar assim em casa, Dono, me olha, me puxa pelo cabelo, um tapa na cara, uma mordida na orelha...e ouço um cadelaaa...e claro deliro,  minha respiração acelera, a buceta lateja, queima...
Dono me faz ajoelhar, expõe minha bunda nua, e um sonoro tapa...hummm adoro, Ele examina minha buceta,  e satisfeito ve que ja estou molhada, e sem cerimônia soca seu pau...eu de quatro, as tetas, balançando,  Ele atrelado a cadela, agarrado aos meus cabelos, soca, e soca seu pau.
Estas situações me excitam por demais, me ver ali, totalmente a disposição,  dominada,  de 4, as tetas bicudas, penduradas, balançando, puxões no cabelos,  tapas na bunda e cara, me sinto uma cadela no cio, com o macho grudado...É muito tesão ...
Bom, Dono me leva para o quarto,  claro que como Sua cadela, vou de quatro, rabinho empinado e balançando, toda feliz.
Ali Dono me joga na cama, e usa...como bem deseja, soca seu pau em minha boca, segura minha cabeça e soca ate a garganta, amo assim, depois me manda cavalga-lo, prontamente obedeço,  e ELE,  me aperta as tetas, torce os bicos,morde, suga, belisca. ..e desta forma não me contenho, rebolo em seu pau,e gozo.
Um gozo profundo, delicioso...
Ele me vira, e puxa para a beirada da cama...onde me encaixo certinho, e de 4...DONO me usa mais...sinto seu pau, roçando em meu cuzinho, e fico um pouco temerosa, pois a algum tempo nao fazemos anal...mas sem nem pensar, ele soca seu pau sem dó...dou um grito, mas logo relaxo e aproveito, adoro dar o rabo pro Dono...logo Ele goza, enche meu cu, com seu gozo quente, delicioso...e quase desfalecemos...suados e exaustos.
Vamos dormir...mas não,  ele me leva ao banheiro, me banha,
E mais uma vez me usa...deliciosamente.
Agora sim...vamos dormir, Dono e cadela satisfeitos e felizes.

{jade}_POSEIDOM

2 comentários:

  1. Nossa que detalhista!Cada dia aprendo mais com minha pedra preciosa fiquei com TESÃO só de ler.

    ResponderExcluir
  2. Uauuuuuu!!!!!
    Relato deliciosamente excitante

    ResponderExcluir